O cantor britânico mostrou o que é ser humano 

Foi há 3 anos que se deu um dos piores atentados terroristas em Manchester. O ocorrido deu-se durante um espetáculo de Ariana Grande. Deste atentado, 22 pessoas perderam a vida e 112 foram hospitalizadas e ficaram marcadas para o resto da vida.

Freya Lewis, hoje com 17 anos, foi uma das sobreviventes. Três anos depois, divulgou um telefonema que recebeu de Harry Styles enquanto estava internada.

Apesar de não se lembrar muito bem da tal chamada recebida pelo cantor, ainda hoje recorda a frase:"Eu também te amo", dita por Harry.

"Na verdade, não me lembro do telefonema por causa da medicação. A única coisa que me lembro é que meu pai colocou o telefone ao meu lado e lembro-me de dizer "amo-te", ao que ele me respondeu: "eu também te amo’.” revelou.

Freya teve a chance de conhecer Harry durante a promoção do seu primeiro álbum, em setembro do mesmo ano.

A jovem, lançou no início deste mês, um livro, intitulado "What Makes Us Stronger", em que fala sobre esperança e positividade e como o amor e a coragem a salvaram. Freya estava a apenas a três metros do terrorista que detonou a bomba na arena de Manchester naquela noite.