A cantora fez duas doações milionárias a hospitais e instituições que combatem a epidemia

P!nk, revelou na passada sexta-feira (3) que ela e o filho, Jameson, tinham sintomas do Covid-19 há duas semanas.

Foi através das redes sociais que a cantora explicou como tem passado os últimos dias :"O nosso médico teve acesso aos testes do Covi-19 e o meu teste foi positivo. Já estávamos de quarentena em casa e vamos continuar a fazê-lo. Fizémos de novo o teste e agora, acusou, felizmente, negativo".

P!nk ainda criticou o governo pelos testes não serem mais acessíveis a todos: "Esta doença é grave e real. As pessoas precisam saber que a doença afeta os jovens e idosos, saudáveis e menos saudáveis, ricos e pobres, e devemos tornar os testes gratuitos e mais acessíveis para proteger os nossos filhos, famílias, amigos e comunidades".

Para chegar a um  este cenário ideal, a cantora afirmou que fez doações no valor de  500.000 dólares para o "The Temple University Hospital Emergency Fund " em Filadélfia , em homenagem à sua mãe, Judy Moore, que trabalhou lá 18 anos. A doação é um esforço para apoiar os profissionais de saúde que estão na linha de frente todos os dias. Pink doará a mesma quantia, para o "Mayor's Emergency COVID-19 Crisis Fund" na cidade de Los Angeles.

A cantora finalizou com um agradecimento: "Obrigado a todos os profissionais de saúde que a nível mundial estão a trabalhar árduamente  para proteger todos, inclusivé, os nossos entes queridos. Vocês são os nossos heróis! As próximas duas semanas são cruciais: por favor, fiquem em casa!"

Com o avanço da pandemia, já foram registrados vários casos entre famosos, atletas e até políticos. Tom Hanks, 63, e a mulher, Rita Wilson, com a mesma idade, foram alguns dos primeiros a ter resultado positivo, assim como o tenor espanhol Placido Domingo, 79.

Foram confirmados ainda com a doença o ator britânico Idris Elba, 47, que teve contato com a primeira-dama do Canadá, Sophie Trudeau, 44, que também foi diagnosticada; o ator norueguês Kristofer Hivju, 41, conhecido por atuar na série "Game of Thrones"; e a atriz Itziar Ituño, que vive a personagem Raquel Murillo na série "La Casa de Papel".