Desta vez, aceitou a proposta.

A cantora dos Barbados deixou a internet de "pantanas" quando publicou nas redes sociais uma foto do seu ante-braço e mão a segurar uma bola de futebol americano da NFL.

Na página da NFL foi publicada a mesma foto com menções a Rihanna e à empresa Roc Nation, fundada por Jay-Z e atual responsável pelos famosos concertos do intervalo.

Entretanto, via Billboard, o responsável pela parte musical, disse, através de um comunicado: “Estamos muito animados em receber Rihanna no palco da "Apple Music Super Bowl Halftime Show”. Rihanna é uma artista única, e tem sido uma força a nível cultural ao longo de sua carreira. Estamos ansiosos para colaborar com a Rihanna, com a Roc Nation e a Apple Music para trazer aos fãs outra atuação histórica do Halftime Show.”

De recordar que Rihanna já tinha sido convidada para o evento em 2019, mas recusou a proposta em solidariedade ao atleta Colin Kaepernick, que foi boicotado pela NFL ao se ajoelhar durante o hino dos EUA em forma de protesto contra o racismo.

O intervalo do Super Bowl deste ano, contou com grandes nomes do hip hop, trazendo ao palco Kendrick Lamar, Mary J. Blidge, Eminem, Dr. Dre, e Snoop Dogg, além de uma participação especial de 50 Cent.

O Super Bowl 2023 acontece no dia 12 de fevereiro, no State Farm Stadium, em Glendale, no Arizona.